• Lucid Dreaming - Dream Views




    View RSS Feed

    iBranko's Dream Journey

    1. The Crustacean Monkey

      by , 01-07-2014 at 05:49 PM (iBranko's Dream Journey)
      24.11.2013 3/3
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Eu estava num quarto com o meu pai, minha irmã e a Mimy.
      Havia uma caixa grande na cama.
      Eu a abria e via um olho de crustáceo com haste.
      Eu observava o olho e o via piscar. Então me dava conta de que não era apenaso olho, mas um monstro vivo, porém atordoado. Eu o via respirar e me assustava.
      Antes de abrir a caixa eu pensava: "Vamos ver o que o meu irmão pescou".
      O monstro começava a levantar e meu pai e minha irmã saiam do quarto.
      Antes disso tudo e de abrir a caixa eu estava colocando a Mimy numa sacola e a sacola numa gaveta para colocá-la num tipo de caixinha para levá-la a algum lugar, mas ela não queria entrar.
      Eu saía logo após os dois e olhava pra dentro do quarto. Eu via o monstro quase de pé e a Mimy do lado com uma expressão de medo. Eu a chamava, temendo que a criatura a pegasse, mas o ser não reagiu e minha gata veio ilesa.
      Quando a criatura ficou de pé pude ver que era uma mistura de carangueijo com macaco, beirando os 2 metros.
      Ao lado da porta encontrei pedaços de madeira. Peguei um com a mão direita.
      A criatura pulou e se agarrou na janela. Aproveitei a chance para acertá-lo por trás da cabeça. Ela caiu e veio na minha direção, ao qual revidei com mais 2 golpes na cabeça, sem muito efeito.
      Voltei a porta e peguei mais um pedaço de madeira. Desferi um golpe com um salto e as duas madeiras ao mesmo tempo, de cima pra baixo.
      O monstro sentiu o golpe e fugiu.
      Agora eu estava em cima de um prédio com mais 2 homens. Estávamos caçando a besta.
      A vimos na beira do prédio e ela se jogou/caiu.
      Olhei pra baixo e pude vê-la caindo. Ela parecia diferente, meio bege e lisa. Antes era verde e azul escuro e peluda.
      Ela caía numa mesa redonda. Haviam pessoas lá em baixo, um tipo de restaurante/café ao ar livre.
      Não lembro se isso foi antes ou depois mas eu estava numa calçada com um veículo estacionado, o Sr. João do lado do veículo e a Ju do meu lado.
      Eu e a Ju subíamos num carro vermelho, ela como motorista e eu de passageiro. Ela dava ré e acertava um carro que estava estacionado na calçada.

      Updated 01-07-2014 at 05:52 PM by 66176

      Categories
      non-lucid , memorable
    2. Pokedex Gift

      by , 01-07-2014 at 05:42 PM (iBranko's Dream Journey)
      23.11.2013 2/2
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Estávamos em casa eu a a Ju, embora a casa fosse diferente.
      O Sr. João me entregava um presente. Um relógio, ou quase isso, do pokémon.
      Lembro de mexer nesse relógio e descobrir que ele funcionava também como poké-agenda.
      Eu mexia e via que haviam 32 pokémons para consultar, sendo o último o Tentacool.
      Eu procutava mais pokémons mas parece que faltava atualizar o sistema, mas não conseguia fazê-lo.
    3. Grande Pai

      by , 01-07-2014 at 05:39 PM (iBranko's Dream Journey)
      23.11.2013 1/2
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Eu estava numa festa da minha família.
      Parecia ser no quintal da tia Regina.
      Eu via meu pai perto de um tipo de horta ou construção pequena, um cercado de tijolos e havia um garoto jogando pedras para derrubr/destruir.
      Meu pai pedia pra ele parar e chamava o Cisuko. Parece que o cercado era dele.
      O Cisuko aparecia de boné mas nada fazia.
      Eu ia até o garoto e tirava uma padra grande da mão dele.
      Era um garoto negro.
      Eu o ameaçava e o garoto saía, indo para outro cômodo.
      Na hora eu pensava que seria um ótimo pai e ficava orgulhoso.
      Depois estava em um local apertado, parecia o vagão de um trem.
      O Dudda aparecia e perguntava por que eu não estava indo treinar.
      Ele parecia menor e mais magro.
      Eu dizia que a distância me impedia de treinar lá e me sentia triste.
      Nessa hora a Ju estava do meu lado.
      Eu cumprimentava mais alguém, não me lembro quem, e depois encontrava meu tio Ródnei com uma mulher e os cumprimentavam.
    4. All in one

      by , 11-22-2013 at 01:20 PM (iBranko's Dream Journey)
      22.11.2013
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Eu não sei dizer se foi apenas um sonho que se desenrolou pra vários lados, ou se realmente foram vários sonhos. Vou catalogar como apenas um grande sonho.
      Eu estava num tipo de escola, conversando com pessoas que me pareciam conhecidas.
      Logo depois eu estava em um local grande, fechado e escuro. Algo como um templo, com muitas pessoas, que acabei descobrindo depois serem magos. Eu estava em uma escola de magos e ali era um tipo de cerimônia de graduação.
      Havia uma garota comigo, uma amiga.
      Era mostrado as escalas dos magos, com as diferentes classes, sendo os mais ao topo os maiores.
      A minha amiga era chamada a se juntar aos maiores magos, mas diziam que não eram permitidos [cavaleiros/paladinos] ali (percebi que eu não era um mago, e sim um cavaleiro/paladino [um dos dois, não lembro qual]).
      A minha amiga ficava triste por se separar de mim, acho que formávamos um time na escola, por isso ela recusava a oferta.

      Aqui eu já estava em outro lugar. Parecia a UNIP onde uma vez prestei um vestibular.
      Havia uma mulher que gritava muito, como uma sargento.
      Eu lembro de pensar nela como uma carrasca.
      Eu estava indo pra alguma prova.

      Outra parte do sonho.
      Eu via meu irmão no facebook com uma foto do tipo 'segurando a câmera em cima, fazendo biquinho'. Horrível!
      Ela postava fotos dele no exército. Uma delas era ele de bruços com um rifle.

      Agora eu estava descendo uma escadaria, devia ter uns 10 degraus, com a Ju atrás de mim.
      Eu via minha ex desmaiada.
      Eu a carregava pra levá-la pro hospital
      A Ju ficava brava, dizendo que eu não ia carregá-la.
      Eu retrucava dizendo que ela estava desmaiada e precisava de ajuda.
    5. Dudda, Furbie e a faixa preta-amarela

      by , 11-21-2013 at 02:01 PM (iBranko's Dream Journey)
      20.11.2013 4/6
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Eu e a Ju estávamos na academia do Dudda que se parecia com uma sala com sofás no meio.
      O Danilo e a Bianca estavam lá treinando. O Danilo era faixa preta ponta amarela(?), e eu me lembro que não entendia essa graduação e pensava em perguntar pra ele.
      A Ju sentava e eu ia treinar, mas o treino era apenas jogar bolinha pra cima.
      Havia muita gente lá que eu não conhecia.
      Eu saía de lá pra ver lá fora e encontrava algum conhecido masculino e conversava com ele.
      Eu via um caminhão baú com um Furbie dançando na ponta.
      Eu dava risada e pensava em mostrar pra Ju.
      Eu entrava e falava pra ela que devíamos cobrar o Dudda e ela dizia que ali não era lugar pra isso. Eu mostrava pra ela uma sala que era ideal pra isso. Ela concordava.
      O Dudda me chamava pro treino e a Ju respondia: "E se eu não deixar?".
      Ela e o Dudda ficavam de cara fechada.
    6. Unha encravada

      by , 11-21-2013 at 01:08 PM (iBranko's Dream Journey)
      16.11.2013 1/4
      NON-DREAM DREAM LUCID

      A Juliana estava tirando uma unha encravada do meu dedão do pé esquerdo com uma pinça pontuda. Eu lembro que havia uma "buraco" perfeitamente quadrado no meu dedo onde era possível olhar alguns pedaços de unha lá dentro. Eu sentia muito medo dela me espetar com a pinça.

      Updated 11-21-2013 at 01:16 PM by 66176

      Tags: fear, juliana
      Categories
      non-lucid
    7. Mercado não!

      by , 11-21-2013 at 12:51 PM (iBranko's Dream Journey)
      15.11.2013
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Eu estava sentado, tirando pacotes de arroz, açúcar, feijão, etc. de uma caixa. A Juliana dizia que precisávamos ir no mercado e eu ficava bravo dizendo que já temos tudo ali e não precisamos ir.

      Updated 11-21-2013 at 01:16 PM by 66176

      Categories
      non-lucid
    8. DC Affection

      by , 11-14-2013 at 01:24 PM (iBranko's Dream Journey)
      14.11.2013
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Fui dormir as 00:30 repetindo o mantra "Eu sempre tenho sonhos lúcidos" até não conseguir mais me concentrar na frase e peguei no sono. Acordei as 4:00 ou 4:30 com o meu despertador para tentar executar a técnica FILD, mas não consegui fazer pois peguei no sono. Despertei as 4:50 com o despertador e o coloquei pra despertar as 5:50. Voltei a dormir e sonhei:

      Eu estava em um elevador, retangular, largo porém estreito, sem portas na frente. Parecia um elevador de serviço com apenas uma "barreira" que se fechava por baixo até a altura da canela. Quando o elevador estava subindo, uma mulher acompanhada de uma garota dizia que a garota precisava subir e a colocava no elevador em movimento. A garota parecia ter algum tipo de dificuldade de locomoção. A garota tropeçou e se apoiou no meu ombro direito, me pedindo desculpas. Eu reparava que era uma garota muito bonita, magra, pequena, de cabelos ruivos e pele branca. Ela me agradecia por eu tê-la "apoiado" e dizia que se casaria comigo. Eu brincava: "Conversa com a minha esposa sobre isso", mas eu realmente me sentia atraído por essa garota e triste por não poder me relacionar com ela. Sentia uma afeição por ela. No momento parece que a Juliana estava do meu lado esquerdo, mas não a vi.
      Daqui eu me via num tipo de parque, me via de frente, mas não era realmente eu. Era alguém mais encorpado, e o rosto não parecia o meu, nem o cabelo. Não lembro o que houve aqui, mas em seguida eu via um prédio, parecia estar de noite, e eu tentava ajudar essa garota, subindo o carro dela pelo lado de fora do prédio(?). Não me lembro como fazia isso, mas era algo como levitar o carro por cima com um raio de tração. Algo aconteceu e o carro desabou sobre o prédio, destruindo completamente ambos. Eu me propunha a reconstruir o prédio, e me via em 3ª pessoa juntando vigas e reerguendo o prédio.
      Depois disso eu via um rapaz gordo, alto, sardento e com cara de chato/folgado (o perfeito esteriótipo do garoto grande da escola que faz bullying). O garoto assistia uma gravação de uma festa onde via um garoto sentado com um capacete em formato de tigela, com alguns detalhes que não consigo lembrar. O garoto sentado parecia familiar, algo parecido com o Tom Hiddleston. O garoto gordo via algo que ligava o garoto sentado a mim. Ao que parece, o gordo estava tentando me encontrar. Nessa hora eu me lembrava dessa festa como se eu realmente estivesse estado lá em sonho antes mesmo da cena do elevador, mas não sei de onde veio essa lembrança. O gordo pegava o garoto de capacete e o levava a algum lugar, como quem fosse prestar um depoimento e entregar o ligamento do garoto comigo, como se mais alguém estivesse atrás de mim. Nessa hora o garoto de capacete não era mais um garoto, mas sim um garota. Ela sentava e o gordo dizia algo como "Ela ainda me ama". Alguém perguntava algo a ela mas a garota não respondia ou não conseguia responder. O gordo dizia "Ela é lésbica...".

      Acordei com o despertador.
      [Ontem a Juliana me contou de um ex amigo que tentava ficar com ela. Disse que o cara era imaturo e dizia pras ex dele "Ela ainda me ama". Recentemente houve uma festa de aniversário de uma amiga dela, Mayara, para a qual fomos convidados. Ela sentiu que não deveria ir. Ontem ela descobriu que esse cara foi, mas como ele já não mora mais perto e nem mantém contato, ela acredita que o motivo foi para encontrá-la e nos irritar. Isso talvez explique o garoto chato procurando alguém na festa e, depois de encontrar dizer para alguém que essa pessoa ainda o ama].
    9. Hermes on drugs

      by , 11-13-2013 at 01:31 PM (iBranko's Dream Journey)
      07.11.2013
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Estava em um ônibus, sentado com a Ju do meu lado. Ela reparava em um cara com cara de drogado atrás da gente, e chegava a dizer isso. Eu olhava e via o Hermes de cabelo curto. O ônibus estava na ponte sentido Piratininga.

      Updated 11-13-2013 at 01:47 PM by 66176

      Categories
      non-lucid , dream fragment
    10. GoT, 50%

      by , 11-12-2013 at 06:42 PM (iBranko's Dream Journey)
      03.11.2013 1/2
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Eu estava entrando pelo portão de casa com a mão no meu pênis e não lembro de onde me vinha a conclusão de que a minha esposa gostava mais da posição de quatro do que eu GoT. 50% alguma coisa. Depois estávamos na nossa cama fazendo amor nessa posição.
    11. Praying at the bank

      by , 11-12-2013 at 06:21 PM (iBranko's Dream Journey)
      29.10.2013 3/3
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Eu e a Juliana estávamos ajoelhados no Bradesco e orando.

      Updated 11-12-2013 at 06:25 PM by 66176

      Categories
      non-lucid , dream fragment
    12. Lily no colo

      by , 11-12-2013 at 06:16 PM (iBranko's Dream Journey)
      29.10.2013 1/3
      NON-DREAM DREAM LUCID

      Só lembro da Lily com a língua de fora no colo da Ju.
      Tags: juliana, lily
      Categories
      non-lucid , dream fragment